terça-feira , Maio 22 2018
Home / Cálculo FGTS / Cálculo FGTS

Cálculo FGTS

Através do Cálculo FGTS você consegue ter uma ideia de quanto tem guardado, e qual o valor que poderá receber caso seja demitido, por exemplo. O FGTS é uma segurança financeira para os trabalhadores.




Todos os meses, os empregadores depositam em uma conta da Caixa Econômica federal o equivalente a 8% do salário de seus funcionários.  Esse valor pode ser resgatado quando acontece uma demissão sem justa causa, ou então quando o trabalhador quer realizar um financiamento.

Você poderá sacar o seu FGTS em diferentes ocasiões, tais como:

  • Demissão sem justa causa;
  • Fim de contrato de trabalho por prazo determinado;
  • Aposentadoria;
  • Extinção da empresa;
  • Necessidade pessoais por motivos graves;
  • Falecimento do trabalhador;
  • Doença grave ou incurável (câncer, HIV etc.).

O FGTS não é descontado do salário do funcionário. Esse valor é depositado por conta do empregador. Está previsto em lei! Por isso você deve saber como fazer o calculo FGTS para garantir os seus direitos.

calculo-fgts

Cálculo FGTS Como Fazer?





Para fazer o Cálculo FGTS você deverá considerar todo o valor que foi recebido no mês. Entram nessa conta, inclusive, variáveis como hora extra e adicional noturno. È importante colocar tudo na ponta do lápis.

Para uma pessoa que recebe 1.000 reais ao mês, por exemplo, deverá apenas multiplicar esse valor pelo percentual 8. Veja como vai ficar a conta:

R$1.000,00 x 8% (alíquota FGTS) = R$80,00

Portanto, todos os meses será depositado 80 reais em seu Fundo de Garantia de Tempo de Serviço. Esse valor gera um rendimento mensal de cerca de 3%.

Como Calcular FGTS Sobre Horas Extras

Caso o funcionário faça hora extra durante o mês, esse valor também deverá ser considerado na hora de fazer o Cálculo do FGTS. Vamos supor que esse mesmo caso do capítulo anterior deve ter um adicional de 50 reais de hora extra. A conta ficaria assim:

R$1.000,00 (salário) + R$300,00 (comissão) + R$50,00 (hora extra) = R$1050,00.

R$1.050,00 x 8% = 84.

Nesse caso, o valor a ser recolhido mensalmente é de 84 reais. É importante ressaltar que valores de comissão também aparecem no Cálculo do FGTS. Ou seja, tudo aquilo que for remuneração deverá ser calculado.

Como Calcular FGTS Sobre Rescisão

Uma das maneiras de resgatar o FGTS é diante de uma rescisão contratual sem justa causa. Ou seja, quando o funcionário é dispensado sem que haja uma razão para isso.

Nesse caso, o FGTS deverá ser depositado dentro de 5 dias na conta do beneficiado. O Cálculo FGTS nesse caso ficará da seguinte maneira:

R$ 1.000,00 x 8% = 80 – esse é o valor mensal depositado em seu nome.

Agora, é necessário multiplicar pelos meses trabalhados. Por exemplo, se você trabalhou por 11 meses na empresa, deverá fazer o seguinte Cálculo do FGTS:

R$80,00 x 11 = R$880,00

Portanto, caso você seja dispensado sem justa causa, deverá receber um valor equivalente a R$880,00 como cálculo de seu FGTS.

Como Calcular FGTS Complementar?

Para calcular o FGTS complementar será utilizada a mesma lógica. Você deve somar o valor ao salário mensal, e a partir do resultado multiplicar pelo percentual 8.

O resultado obtido nesse resultado será o equivalente mensal que deve ser depositado na Caixa em seu nome. Para calcular o valor integral, multiplique pelo seu tempo de trabalho.

É muito importante saber como fazer o cálculo do seu FGTS. Esse é um assunto que está diretamente ligado a sua remuneração, e ao seu salário. Muitas pessoas acabam não prestando a devida atenção.

Mas é fundamental saber fazer o Cálculo do FGTS. Leia também o conteúdo que criamos sobre Extrato FGTS. Descubra como tirar o seu sem grandes dificuldades.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *